origem

Sexta-feira, 9 de Setembro de 2011
Estou estritamente zonzo
Sinto toda a minha complexa forma oval barulhando infinitamente
Julgo-me um rodopiante carrossel sem fim aparente     
Julgo-me como vestuário no seu processo de vira pureza
Julgo-me como um cego que acabou de perder a virgindade do ver
Estou esquisito
E no vasto silêncio ensurdecedor, paro e
Medito…
Não sente quem, o que está escrito?
Quem não se faz deambular pela autenticidade das linhas curvas
Simples mito

música The End - The Doors

publicado por Emanuel Graça às 00:37 | link do post | comentar

mais sobre mim
Posts mais comentados
arquivos

Janeiro 2013

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Setembro 2011

blogs SAPO
subscrever feeds