origem

Quinta-feira, 15 de Setembro de 2011

Vai um sonho a bordo do barco da vida eterna

Que tão fustigado é pelas leis da Natureza,

É o sonho que comanda a vida,

E o barco não é capitaneado, vai indefeso,

E vai, já, lá bem no fundo do horizonte…

E eis que surge uma figura, um marinheiro de olhar sisudo,

Um homem que subiu as escadas da vida há já muito tempo.

Decide capitanear o barco,

Já o capitaneia.

E prossegue-se a viagem, o homem do barco, o sonho, o barco,

Altera-se-lhe a rota rumo à frota que tem por exclusiva rota

A vida.

E o barco da vida eterna já vem a caminho,

Imerso de graciosidade,

Chega a bom porto e a figura humana dissipa-se pela neblina,

Avista-se um adeus, o seu último adeus.

Desvanece-se, cada vez mais, a sua imagem,

Desaparece.

E eu acordo,

Acabo de acodar num estranho lugar, que tão real é.

Bebo um copo de vinho,

E o vinho é lilás,

Estou no céu

E isso é o que me satisfaz.


música Help, Help - Pearl Jam

publicado por Emanuel Graça às 00:38 | link do post | comentar

mais sobre mim
Posts mais comentados
arquivos

Janeiro 2013

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Setembro 2011

blogs SAPO
subscrever feeds